CD ACOLHIDA

Anúncio

FAÇA AQUI SUA PESQUISA

segunda-feira, 21 de abril de 2014

5 maneiras incomuns de melhorar sua memória



Você já esqueceu o nome de pessoas que conhece há muito tempo (enquanto estava conversando com elas)? Já esqueceu o nome de objetos e de lugares, mesmo que sejam óbvios (elevador? fita adesiva)? Sempre esquece o fim de piadas? Pois você não está sozinho. E todo mundo que tem memória ruim sabe como é desconfortável ter que perguntar para os colegas “qual é aquela palavra que usamos para descrever (insira alguma coisa aqui)?”. A dificuldade de lembrar torna nossas conversas frustrantes e o processo criativo mais frustrante ainda. Mas há maneiras de melhorar essa situação - e nem todas são “manjadas”.
Claro, prestar atenção em coisas importantes de forma “exclusiva”, sem se distrair com celular, com o barulho do vizinho ou com o cachorro funciona. Mas nem sempre é algo realista de se fazer. Portanto, listamos X maneiras incomuns de melhorar a sua memória - que, segundo a ciência, funcionam de verdade.
Tome nota - afinal, se você está lendo essa lista, pode precisar de registros mais fortes do que suas lembranças:
Durma bem Um bom período de sono é importantíssimo para consolidar as memórias do que você viveu durante o dia. Quem não consegue dormir bem não apenas tem mais problemas em lembrar do que passou como também tem mais chances de criar falsas memórias - “lembrar” de coisas que nunca aconteceram.
Tome café Muitos estudos relacionam a cafeína com a memória, mas a maioria não teve resultados considerados conclusivos. No entanto, há um estudo que provou que tomar uma pílula de cafeína imediatamente após aprender algo ajuda na fixação dos novos conhecimentos em sua mente. Então, após uma aula ou reunião, talvez valha apelar para o recurso. Ou, se você curte café, uma boa dica é deixar o cafézinho não para depois do almoço, mas para depois de reuniões importantes, ou logo pela manhã. Só não vale tomar café antes de dormir, certo? Já falamos que ficar muito tempo sem descansar corretamente pode prejudicar a sua memória.
Alecrim, alecrim dourado… Pesquisadores relacionam o aroma do alecrim com um aumento nas funções cognitivas, especialmente na recuperação de memórias. Se você já estava pensando em trazer uma plantinha para sua mesa, que tal um vaso de alecrim?
Mais azul na dieta Mirtilos (ou blueberries) não são tão comuns no Brasil. Mas talvez valha a pena incluir a frutinha em seus lanches - um estudo que acompanhou enfermeiras descobriu que aquelas que comiam mais mirtilos passavam a sentir a perda de memória natural da idade 2,5 anos depois do que aquelas que não tinham a fruta em suas dietas.
Medite Ao acalmar seu corpo e mente, você bloqueia influências externas e consegue se concentrar mais naquilo que importa - nos estudos, no trabalho, no que for.
Fonte: Galileu
Recomendo Curso de Pedagogia Hospitalar Recomendo Curso de Educação Infantil

Comente com o Facebook:

Receba nossas postagens