CD ACOLHIDA

Anúncio

FAÇA AQUI SUA PESQUISA

quinta-feira, 12 de junho de 2014

4 passos para escrever textos altamente persuasivos




Com a quantidade de conteúdo que se publica hoje na internet, produzir um texto que gere resultados é um grande desafio. Considerando que a maioria do público chega até o conteúdo por meio dos buscadores (Google, Yahoo etc.), a relevância do material é fundamental.
A boa notícia é que produzir um conteúdo que assuma uma qualidade substancial não é tão difícil. Um pouco de técnica e muita criatividade fazem toda a diferença para a produção de uma redação persuasiva – aqui é preciso lembrar que redigir é escrever com método.
Para começar, vamos entender o que é um texto persuasivo. Simples, sempre que você detectar a opinião do autor, ali está a intenção persuasiva. Com maior ênfase, a persuasão aparece em: campanhas publicitárias (anúncios, folders, panfletos etc.), textos institucionais (sites, livros etc.), cartas comerciais e artigos de opinião dos mais variados formatos.
A profundidade dos argumentos e a verdade empregada neles é que definirá quando um texto é relevante e/ou persuasivo. Seria pretensioso dizer que há uma fórmula para construir textos persuasivos – especialmente quando se trata do dinamismo na internet -, porém alguns parâmetros podem ser considerados.
Veja quatro passos que você pode seguir para tornar seus textos mais persuasivos:
1º passo - CONQUISTE A ATENÇÃO
A começar pelo título. E título não é algo fácil de fazer! É uma parte do seu texto que deve receber tratamento especial; é o cartão de visitas. Ele deve ser criativo, diferenciado ao mesmo tempo que direto, pois seu peso é grande quando “rastreado” pelos buscadores.
Uma dica: deixe o título para o final.
No primeiro parágrafo capture a atenção e gere a necessidade de continuar lendo. Não enrole na introdução, comece já apresentando argumentos fortes.
2º passo - APRESENTE UMA NECESSIDADE
Mostre o conflito sobre o qual irá discorrer. Ele deve ser envolvente. “Opa, vamos ver o que ele tem a dizer para resolver isso”, é o que seu leitor pensará quando ler os primeiros parágrafos. Comece pelos argumentos antagônicos àquilo que você está vendendo. Repare nos anúncios de televisão: se o produto é um shampoo anti-caspas, as primeiras cenas mostram uma pessoa sofrendo com a seborreia (aqui está o conflito, indicando uma necessidade).
Porém, não demore muito para começar discorrer sobre a solução para o problema (que pode ser uma ideia, um produto ou serviço que você esteja “vendendo”), é isso que seu leitor está esperando.
3º passo - MOSTRE A SOLUÇÃO E COMPROVE
Gerou a necessidade e falou como pode ser resolvida? Agora prove que a sua é a melhor solução. Se estiver falando de um produto ou serviço, deixe claros os diferenciais que você oferece.
Mostre em que você se baseou para chegar a esta conclusão; embase seus argumentos em pesquisas científicas, em reportagens de excelentes fontes de informação, em pensadores... Enfim, deixe claro que o que está sendo dito é comprovável.
Atenção: este trecho será o cerne do seu texto. Será a parte com mais argumentos. Dê uma atenção especial, cuidando para que suas resoluções sejam pouco contestáveis.
4º passo - CONVENÇA
Agora vem o fechamento. Faça valer o objetivo da sua redação persuasiva. Dê comandos de ação, estimulando seu leitor a tomar a decisão sobre a qual você discorreu até aqui.
Não tenha medo de abusar de expressões como: “passe agora mesmo e confira”, “ligue para nosso 0800”, “clique aqui”, “faça isso e você verá...”, “pergunte-me como”, “compre agora”. Assim mesmo, no imperativo.
Lembre-se, persuasão é sinônimo de convencimento. Assim, sua redação só foi eficiente se você convenceu.
Aprofunde-se um pouco mais na arte de persuadir. Leia estes livros:
  • Teoria semiótica do texto - Diana Luz Pessoa de Barros (Editora Parma, 2005);
  • Um fazer persuasivo: o discurso subjetivo da ciência - Maria José Coracini (Educ, 1991);
  • Webwriting: redação e informação na web – Bruno Rodrigues (Brasport, 2006).
  • A arte de convencer - Luiz Augusto Araujo Pereira (Editora Interativa, 2010).

Recomendo Curso de Pedagogia Hospitalar Recomendo Curso de Educação Infantil

Comente com o Facebook:

Receba nossas postagens